1.7.09

Transmissão de Funções - 26 de Junho 2009

Palavras da Presidente CLMJ Maria Teresa d’Avila AL 2009-2010
Uma saudação muito especial às entidades presentes no nosso Clube – Past Director Internacional Rui Taveira, Governador Cipriano Pinto, Past Governadores Trindade Martinez e Azevedo e Silva, Presidentes dos Clubes que hoje nos visitam, já past Presidente Carlos Macedo, Caros Companheiros e Companheiras, ilustres convidados.
Sinto-me extremamente honrada com A CONFIANÇA em mim depositada pelos Companheiros e Companheiras do meu Clube ao elegerem-me por unanimidade e à equipa que propus, para o desempenho de leader do Clube Lisboa Mater para o ano de 2009/2010. De facto o nosso Clube conta já uma longa História. A caminho dos seus 56 anos de vida deu ao lionismo aquém e além fronteiras 17 Clubes dos quais 10 mantêm a sua vitalidade e são motivo de orgulho para o Clube padrinho. Sempre se ouviu dizer que o Mater não queria abdicar da condição inicial de Clube masculino, a exemplo dos Clubes anglo-saxónicos que ainda pontificavam no início do sec.XX. Mas os tempos mudaram e o lionismo, a maior ONG do mundo, sempre soube ler os sinais dos tempos. De facto, o primeiro Clube, que remonta a 1917, era composto por homens de negócios, a exemplo de Melvin Jones, que celebramos como o Pai do lionismo. Mas na verdade nos próprios Estados Unidos, berço do lionismo e sede do Movimento Internacional de Lions Clubes, o negócio das PME está maioritariamente nas mãos de empresárias e, no seu conjunto, o volume de negócios gerado é superior às dez maiores multinacionais de origem americana. Tais dados são anteriores ao colapso registado nos últimos meses, trazendo à cabeça a própria General Motors. Quer isto dizer que os géneros se completam e que do seu trabalho em harmonia dão testemunho os milhares de Clubes disseminados pelos 5 continentes. O Lions Clube de Lisboa, tradicionalmente apelidado de Mater, reconhece que paternidade requer maternidade, que a matriz é necessariamente feminina e que todos ganhamos, Companheiros e Companheiras neste entrelaçar de géneros.
Chamando os jovens, filhos e netos de Companheiros, criando presença na Net, reformulando e enriquecendo a nossa NEWSletter electrónica. Mas estudando as origens e aprendendo com os nossos veteranos o que quer dizer ser lion. O tempo presente, de grave crise financeira, mas sobretudo de valores, é o tempo para nós. A comunidade necessita sobretudo da nossa visão, estratégia e apoio. E nós dizemos PRESENTE. E estamos felizes por sermos co-fundadores do Instituto Lion para a Visão e a Diabetes. O projecto Lions Guide, iniciado no nosso Clube no AL que ora finda certamente se articulará com ele. As parcerias são inspiração e necessidade para este nosso mundo que sofre. Uma palavra de apreço aos Companheiros e Companheira da nova Direcção que aceitaram prontamente e com grande generosidade o convite que lhes fiz.
Também há 41 anos, numa cerimónia idêntica de Transmissão de Funções (então denominada de poderes) dois novos sócios com mesmo apelido Avila, foram recebidos no Clube pelo então Presidente Trindade Martinez – eram eles Manuel e Jorge d'Avila, respectivamente meu Pai e meu tio. Hoje temos entre nós um seu neto, que muito profissionalmente nos assessora na imagem. Também ele é filho de lion – o past-presidente do Clube Fernando Bivar Weinholtz.
Veteranos e jovens membros do Clube são a esperança da nossa vitalidade. Todos temos o mesmo lema : We serve – Nós servimos.
video